quinta-feira, 20 de junho de 2013

5

Trombofilia e infertilidade



A trombofilia é uma doença relacionada à coagulação do sangue que pode ter influência na fertilidade. Embora a ligação ainda seja considerada incerta no mundo científico, o tratamento da doença costuma melhorar as chances de a mulher ter uma gravidez de sucesso.

Trombofilia é a propensão a desenvolver trombose, ou seja, coágulos no sangue. Esses coágulos podem obstruir as veias sanguíneas e, nos casos mais graves, podem estar associadas à embolia pulmonar ou cerebral e infarto.

A doença também estaria relacionada à dificuldade de implantação de embrião ou abortos de repetição. Os coágulos podem diminuir o fluxo sanguíneo e, consequentemente, a oxigenação dos tecidos, o que é fundamental tanto para que o embrião se fixe no útero, quanto para o seu desenvolvimento. "O sangue é que nutre o bebê. Se ele não chega ao bebê, ele não se desenvolve", diz Arnaldo Cambiaghi, diretor do Centro de Reprodução Humana do Instituto Paulista de Ginecologia, Obstetrícia e Medicina da Reprodução, de São Paulo.

Essa teoria não é plenamente aceita entre os médicos especialistas em fertilidade. "Existem controversas quanto à real interferência da trombofilia. Recentemente, no congresso europeu de reprodução humana, neste ano em Istambul, o assunto foi debatido em diversas mesas e não houve um consenso da indicação da trombofilia como causa", afirma o médico. Não há estudos definitivos que comprovem a relação direta.

Ainda assim, o médico afirma que o tratamento da doença costuma ter resultados positivos para a gravidez. "Pacientes que têm trombofilia e se tratam têm uma gestação normal. O efeito pode ser bloqueado por meio do medicamento", comenta Arnaldo. O tratamento é feito com uso de anticoagulantes, como a aspirina infantil, ou, nos casos mais graves, a heparina. "Numa linguagem popular, ele vai 'afinar' o sangue", diz o médico. O sangue mais "fino" facilita a circulação.

Embora a relação não seja comprovada, Arnaldo recomenda o uso dos medicamentos em pacientes que tenham histórico ou indícios de trombofilia, ou que tenham passado por abortos recorrentes ou falhas de implantação. "Na minha experiência clínica, a taxa de gravidez aumenta em 30%. Os abortamentos são evitados, quando relacionados a essa doença, em 80% das vezes", conta ele. E o remédio não traz maiores riscos. "Por isso, na dúvida, eu trato", afirma.

Causas e diagnóstico
A trombofilia pode ser tanto hereditária, quanto adquirida. No segundo caso, obesidade, tabagismo, diabetes, pressão alta e mesmo uso de anticoncepcionais são tidos como fatores de risco.

A doença pode se manifestar em diversas partes do corpo. Alguns dos sintomas da formação de coágulos nas pernas são inchaço, dor, vermelhidão e calor. A trombofilia associada a problemas de gravidez, no entanto, muitas vezes é assintomática, o que dificulta o diagnóstico.

Ele costuma ser feito quando há antecedência familiar ou abortos repetidos. A doença não é detectada em exames de sangue corriqueiros, apenas em específicos.
Fonte: Portal Terra

quarta-feira, 19 de junho de 2013

1

Foco

Oi, hoje estou de molho em casa.

Há semanas a gripe me pegou e não vai embora... ontem tossi tanto, tanto, que tive que tomar buscopan porque fiquei com dores abnominais. Ai, bem no final do dia a surpresa chegou: a monstra! e hoje o fluxo está terrível!

Vou confessar, sem querer (querendo) brincadeira... mas inconscientemente estava preocupada e claro, com esperanças.... rs. Vou explicar...

Como comentei no post anterior, resolvi voltar aos poucos e isso, incluiu a prática né pessoal! na penúltima vez não nos previnimos e quando fui olhar no meu aplicativo que controlo os ciclos me deparei com uma data fértil. Xi, pensei, será? Mas toquei a vida.... mas tentante é tentante né minha gente!!! Lá no fundinho ficou aquela esperança pequena, remota, mas havia. Alguém já teve "gravidez psicológica"?

Dessa vez não foi assim, mas quando tentei depois do primeiro aborto, tive umas 3 vezes... agente sente sintoma e tudo. é terrível, mas dessa vez nem deu tempo para sentir não, esse mês vieram os medos, os pensamentos negativo: como vc pode, não está tomando ácido fólico; não tem médico ginecologista; está super acima do peso perdeu 6 quilos mas voltou tudo ao que era antes e assim por diante.... ou seja, muita neura para pouca mente não? Mas acho que faz parte quando somos responsáveis e não poderia ser diferente também pq os medos aparecem.

Tudo bem.... bora correr atrás daquilo que quero.

Preciso de um médico... alguma indicação, please????? Região oeste ou central de SP, que aceite UNIMED Master.

Quanto a perder peso, tá difícil. Já fiz reeducação alimentar, mas o processo é lento e minha ansiedade não me permitiu continuar.....
Fiz Dieta Dukan, eliminei 4 quilos, já ganhei de novo depois de ficar gripada 2 meses atrás. E nesse mês mais 2 para comemorar a gordice!!! aff!!!!!
Sério, estou obesa. Aí sempre vem a tona a possibilidade de fazer redução de estômago. Eu pensei seriamente em fazer, li muito sobre o assunto e acho que só assim conseguiria emagrecer, mas e o meu "sonho do colinho quente"? Se eu fizer redução esse ano, por exemplo, teria que esperar de 1 ano e meio a 2 anos para engravidar e adivinhem, sabe quantos anos completei esse mês? 38 primaveras amigas... seria mais difícil. Complicada eu hein?

Sinceramente estou em dúvida. Sabe aquela história, se ficar o bicho pega, se correr o bicho come!

Qual seria o foco principal a seguir? Preciso de ajuda....

segunda-feira, 17 de junho de 2013

3

Voltando aos poucos...

Com a vontade de tentar novamente!
Mas é uma vontade que precisa ser bem "administrada"!!!!

Voltei a tomar ácido fólico;
Preciso encontrar um novo GO; - alguma indicação na região oeste de SP, que atenda UNIMED Federal - plano master?
Voltei a visitar os blogs de amigas, a conhecer novos blogs de pessoas que esperaram a mesma coisa, que são tentantes, que são mães de anjos etc....


Fiz um "pacto" com Deus... Bati um papo bem legal com Ele e de alma limpa, coração puro combinei com Ele que se acontecer de novo, se engravidar, deverá ser pq Ele permitirá que chegue até o fim. Que eu possa ter o meu baby no colo, nos braços e que finalmente possa realizar o sonho de ser mãe aqui na Terra. Eu Creio! E Confio! Eu esperarei!


É isso. Espero a mostra para os próximos dias... Esperemos em Deus!

Bjs


terça-feira, 11 de junho de 2013

2

Namorem bastante, quem sabe.....

Feliz Dia dos Namorados meninas! Curtam esses amores lindos de nossas vidas!!

Bjs

1

Novo tratamento de fertilidade promete gravidez em 24 semanas


Oi meninas, tudo bem por aqui? Qnto tempo.... Q saudade. Continuo na mesma, depois volto para contar mais a respeito da minha vida. Acabo de ler uma matéria na Folha Online e tive que correr aqui compartilhar, pois pensei na hora em tantas mulheres que tentam engravidar. Será possível esse tratamento? Esperemos. Bjs

O "Tratamento Neurocientífico de Fertilidade" é uma novidade promissora para os casais que não conseguem engravidar.

O método foca em remover bloqueios mentais que empatam a gravidez e reduzir o nível de cortisol, hormônio que também pode inibir a gestação.

O Dr. Michael Arnold, criador do método e autor do livro "Alma fértil, corpo fértil", garante que seu tratamento é 100% natural e que obteve sucesso entre 66% e 77% dos casos, dependendo da razão para a infertilidade.

Arnold trabalha com a Acupuntura dos Cinco Elementos e promete a gravidez em 24 semanas, cerca de seis meses.

As recomendações incluem fazer sexo durante todo o mês, e não apenas no período fértil, o que reduz a pressão psicológica a que os casais acabam se submetendo.

Entrar em contato com a natureza, tomar um belo café da manhã todos os dias entre as 7h e as 9h e dormir antes das 23h também estão na cartilha do Dr. Arnold.

http://f5.folha.uol.com.br/humanos/2013/06/1293540-novo-tratamento-de-fertilidade-promete-gravidez-em-24-semanas.shtml

sábado, 11 de maio de 2013

1

Mais um dia das mães

Acabou de bater uma deprê... Hoje vi tantos bebezinhos, tantas crianças e me bateu tristeza... Mais um dia das mães sem um filhote para abraçar, só a saudade e a tristeza dos meus que se foram....
Há tempos não passo por aqui mas agora me deu vontade... É isso, diante das lágrimas que cobrem meus olhos só tenho a dizer: saudade e tristeza.
Mas ao mesmo tempo, agradeço a Deus pela mãe maravilhosa que tenho, peço a Ele que a proteja sempre e por muito tempo e que as outras mães que conheço, nossaaaa, são tantas, meus parabéns pelos anjos e bênçãos que Deus proporcionou a vocês.

Feliz Dia da mães a quem é, já foi ou será!

sexta-feira, 29 de março de 2013

3

O vídeo da Páscoa

Já viram esse vídeo? As "nossas" crianças emocionando...lindo!

http://www.youtube.com/watch?v=_fOVgqVAwpM

quinta-feira, 28 de março de 2013

0

Voltando

Oi queridas... Qnto tempo, qnta saudade!

Hoje senti vontade de voltar a escrever aqui, então aqui estou.

Tenho trabalhado muito, muito mesmo. Meu relacionamento esta melhorando, um dia atras do outro vai fazendo que as coisas voltem aos eixos...

Estava lendo os meus últimos posts e acho q esqueci de contar sobre o meu cariótipo... Aparentemente normal, só que o meu marido não vem, então na realidade, não adianta muito. Qndo ele resolver fazer... Nao vou forçar nada.

Continuo com um duvida terrível se tento investigar novamente. Só sei que terei que encontrar em breve outro ginecologista, pois nos dois últimos ciclos tive muitas, mas muitas dores antes d monstra. O fluxo super intenso e demorado.

Tirando isso, tudo indo...
Essa noite tive um sonho... Uma moça que trabalha comigo estava grávida e ao viajarmos a trabalho, ela começou a sentir as dores... Corri tanto mas nao adiantou, tive que ajudar a fazer o parto. Nossa acordei apavorada, cansada, talvez seja esse o motivo de voltar a aparecer aqui hj, vai saber! Rs


E as minhas amigas, já tiveram boas notícias? Me contem

Bjs

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

4

Caminhos que a vida segue

Oi gente, tudo bem com vcs?
Faz tanto tempo que não passo por aqui.... Recebi alguns emails, gente preocupada, valeu mesmo!

Eu estou bem... Super atarefada com o trabalho e confesso ter perdido o foco na minha reeducação alimentar. Tb, essas festas são demais, não? Mas já já volto focada, agora o meu sonho de ser mãe está adormecido.

Tenho que resolver várias questões dentro do meu coração, na minha vida... Ainda choro pensando nos meus filhotinhos que foram morar com Deus. Adoro crianças e estou cada vez mais calma qndo penso na possibilidade de não ser mãe nessa vida.... Tenho tantas coisas a serem decididas antes de tentar novamente. Relacionamentos, casamento, amizades, trabalho, nooossa está punk.

Confesso não estar pensando muito nisso, mas as vezes me pego chorando e refletindo... Então... Bola pra frente.

Espero que as minhas amigas q fiz aqui estejam bem, firmes nos seus ideais.... Nos seus sonhos... O meu? Está adormecido!

Bjs
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...